domingo, abril 05, 2009

PRAZERES DA VIDA

Ao Mundo irei pelo inevitável





caminho da vida mas deixarei semeados





alguns desencontros obscuros e mal explicados,





gostaria no entanto de dizer quanto sinto





não poder guardar de mim raiz ou flor





na mínima mão de um pequeno amor





que possa durar tanto como voo de mosca





no meu sonho acalorado pela sesta





e quando acordo para o prático senso





da eternidade sem este fogoso





pássaro das palavras que tanto me desvaira,





dou-me ao jogo simples de acreditar





no que me rodeia, sem retirar ao corpo





o prazer de suar mistério e amar





certa música.










O Mundo de Paulo Jorge Fidalgo




O meu comentário???




Os pequenos prazeres da vida...


Os mistérios com que nos rodeamos....


As melodias que decifram os enigmas da vida...


Para os outros... incompreensível...


Para nós....a explicação plausível....


Gregos e troianos....


Mercúrio e Afrodite...


Atracção fatal....


O abismo....


O que é a vida....


Um espelho?


Um jogo simples de pequenos prazeres.............

6 comentários:

susaninha disse...

Olá voei até aqui e quando pousei deparei-me com este post de que gostei muito.
Sim para nós...uma explicação plausivel...

Um jogo simples de pequenos prazeres......


Que um anjo te ilumine
Beijo

Pedaço de noite disse...

Bonito poema e muito bem comentado. Gostei
Parabens

Graça Pires disse...

Dizer o que se sente: pássaro das palavras que tanto nos desvaira...
e, sendo sempre um jogo simples, nem sempre traz prazer.
Um beijo.

L&L-Arte de pensar e expressar disse...

gostei de seu blog parabens quando der visite o meu www.palavrasarteblablabla.blogspot.com

L&L-Arte de pensar e expressar disse...

que bom que gostou do blog espero que volte sempre e lembre-se cabeça sempre erguida para seguir em frente.

Naty e Carlos disse...

Olá passei para te desejar uma boa Páscoa.
bjs naty e carlos