sexta-feira, junho 26, 2009

AMAR TANTO

Há paredes escondidas no teu peito

Há paredes
escondidas no teu peito
que se erguem,
estremunhadas,
cada vez que o riso dorme.
Há um mar
que se arpoa no teu leito,
sem anzóis
à pesca de recatos
nos tapumes
insulados em lençóis,
cada vez que o sol inteiro
se rende ao azul
do teu sorriso.
Com o perfume do teu mar,
estou a pintar
portas e janelas
nas paredes
que nos separam,
para que o azul
se liquefaça no sol
do teu corpo despido
de epílogos.


De Nilson Barcelli (Blog NimbyPolis)


O meu comentário???


E eu sinta o teu na luz do pôr-do-sol..

O meu reencontro contigo na magia de que o tempo tem inveja...

Que essas portas e essas janelas sejam amplas...

Para que o sonho deixe de estar escondido e o mergulho no mar seja perfeito...

Nada nos pode separar nem o riso está adormecido...

Quando nos amamos tanto....

6 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA MARTA ESTÃO OS DOIS PERFEITOS AMIGA... ABRAÇO-TE COM MUITO CARINHO,
FERNANDONHA

Graça Pires disse...

"Com o perfume do teu mar,
estou a pintar
portas e janelas
nas paredes
que nos separam,
para que o azul
se liquefaça no sol
do teu corpo despido..."
Gostei muito do poema de Nilson Barcelli e do teu ... "Que essas portas e essas janelas sejam amplas..."
Beijos.

Je Vois la Vie en Vert disse...

Querida Marta,

Deve ser um prazer comentar um poema do Nilson porque as palavras dançam maravilhosamente nos seus poemas.

Um beijinho para ti e outro para o Nilson !

Verdinha

Nilson Barcelli disse...

Querida amiga, obrigado por escolheres um poema meu, já antigo, para destaque no teu blogue.
Gostei das tuas palavras, lindas.
Boa semana, beijo.

O Profeta disse...

Nasceu!
Nascem a todo o instante
Os sentires vindos da alma
Tatuados a cada semblante

Um beijo na tua procura
Um abraço fica suspenso
Um sorriso desponta da tristeza
Um olhar prende o momento


Boa semana


Doce beijo

Graça disse...

O poema do Nilson é muito bonito, mas o teu comentário é também pura poesia!


Um beijo, Marta