segunda-feira, junho 15, 2009

INCERTEZA

Acordar


Só por ti

Abri os olhos da minha gruta

Depois de te conhecer

Como viver sem essa luz?


Daniel Medina (Livro "Pela Geografia do Prazer")


O meu comentário???


Acordo sempre a pensar em ti...

Nem sempre tenho a certeza de que acordas a pensar em mim...

Mas sinto-te...

A porta, que esteve sempre fechada, está aberta...

Só tu o sabes....e porquê....

Como me conquistaste....

Com doçura...

Com tempo...

A luz entra sempre...

mesmo quando estou sozinha..

E apesar da incerteza..................


3 comentários:

Ricardo Calmon disse...

...E ..APESAR DAS INCERTEZAS..,E DE CANTO TEU,COMO SEREIA ,COMPETENTEMENTE,COMO SE FOSSES.TE DIGO E AOS QUATRO VENTOS BERRO:TU POETA E ESCRIBA LINDA ÉS !

VIVA A BELEZA DE VIVOS E AMADOS SERMOS!
VIVA A VIDA

VIVA O AMOR QUE SENTIMOS E EXALAMOS !

Graça Pires disse...

"Como viver sem essa luz?" pergunta o poeta. E respondes:
"A luz entra sempre...
mesmo quando estou sozinha..
E apesar da incerteza"
Gostei imenso.

BC disse...

Mesmo estando sózinha a porta está aberta, o que dá sempre a possibilidade de uma chance, e o amor entra em qualquer altura!!!
Beijo
Isabel