terça-feira, junho 09, 2009

VELHO

Rendição

Caem armaduras e espadas
E rendo-me sem condições
Quando imagino
O teu regresso
E o nosso velho abraço

Daniel Medina (Livro "Pela Geografia do Prazer")

O meu comentário???

Renova-se..
Tonifica-se...
Não há condições ou promessas
Há apenas um regresso..
O fim da espera...
Que não fique pela imaginação...
Seja palpável...
Porque velho nunca é....

4 comentários:

AnaMar (pseudónimo) disse...

...Mas sempre mais apertado, mais forte, reinventado, amigo, quente, antigo, eterno...

Bjs

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA MARTA... TUDO LINDO AQUI NO TEU REINO... ABRAÇOS DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

Graça Pires disse...

Um abraço: o lugar onde aceitamos ser felizes sem qualquer condição.
Um beijo.

O Profeta disse...

Um areal morno acolheu
Teus passos ávidos da chegada
Caminhas na procura das marcas
De uma espera desencontrada

Calmaria!
A bonança reivindicou o Sol no celeste
Uniram-se os pedaços de rasgada vela
Tua alma retomou o sonho adiante


Boa semana


Mágico beijo