quarta-feira, dezembro 16, 2009

REENCONTRO

Perco-me e encontro-me
em cada instante nomeado
quando as palavras se tornam mudas
invertendo o silêncio da luz
que me saciam de mistério
e teimam de me pertencer.

Eu me perco no silêncio
eu me encontro de esplendor

"Perco-me e Encontro-me" de António Sem


O meu comentário???
Num encontro contigo...
Nas madrugadas frias..
Nas noites quentes...
Sem palavras que te definam...
Porque sinto-te em mim...
Fico sem saber
a razão do meu desencontro...
Não quero desvendar
o mistério que é o prazer
de te amar inteiramente...

5 comentários:

Entre "linhas" disse...

"A Melhor mensagem de Natal é aquela que sai em silêncio
de nossos corações e aquece com ternura os corações daqueles que nos acompanham em nossa caminhada pela vida"

*Laur@´s Poesias

. intemporal . disse...

.

. amiga Marta,,, .

. venho apresentar os votos de um santo natal, e aproveitar para agradecer as visitas efectuadas durante o presente ano aos meus espaços intemporais .

. grat.íssimo .

. sempre e para sempre,,, .

. boas festas .

. paulo .

.

Daniel Costa disse...

Marta

Ainda que neste sistema de poesia, que adoptaste neste teu espaço, como cometas, diga-se assim, pode reparar-se no teu porte de apreciável poetisa.
Beijos
Daniel

Je Vois la Vie en Vert disse...

Desejo-te um FELIZ NATAL e um ANO NOVO cheio de felicidade e que este ano que está a chegar me permita continuar a ler os teus lindos poemas !

Beijinhos

Verdinha

Sofá Amarelo disse...

Todos nos perdemos e nos encontramos nos lugares mais inesperados... perder, encontrar, reencontra, voltar a perder... fazem parte do crescer!!!