sexta-feira, maio 14, 2010

SÓ PARA MIM

Para sempre é muito cedo
e o amor,
que sobrevive ao crepúsculo do dia,
passa veloz a cortina do medo
e, vá para onde for,
torna-se eterno como a poesia.
Para sempre é meta pequena,
o amor precisa de mais,
porque só neles somos imortais
e o resto não vale a pena.
"Para sempre" de Torquato da Luz
O meu comentário???
Não me sinto imortal...
Há dias em que me sinto inútil
e tenho medo de amar...
Desaparece tudo -
e fico escondida no escuro...
Com as mãos vazias....
Porquê?
Se dou tudo....
Talvez não desse tudo
a mim própria....
Talvez fosse essa a razão
de não me sentir imortal....
Mas agora que o partilho contigo....
até vale a pena esconder-me
no escuro
e ter-te só para mim.....

4 comentários:

▒▓█► JOTA ENE disse...

ººº
Só faltam 10 dias, heheh!!!


Óptimo Domingo

Je Vois la Vie en Vert disse...

Merci Marta !
Só agora é que vi a tua gentileza de colocar este lindo poema cantado do Jean Ferrat.
Minha querida amiga, eu nunca tenho medo de amar, qualquer que seja o amor !
Faltam 10 dias ??? Vais casar ???
Não, vi que faltam agora 9 dias para fazeres anos ! Tentarei não me esquecer...:))

Beijinhos
Verdinha

Daniel Costa disse...

Marta

No seu agadável poema, do resto te encarregas e digo: gostei, valeu mesmo a pena.
Beijos
Daniel

Machado de Carlos disse...

O Amor: - um eterno Universo a florir uma vida interminável.