quarta-feira, agosto 31, 2011

SECRETO

Espelho retrovisor

Quando olho para
trás, nem sempre
sei que tempo se
esconde nestes
versos.

de José Mário Silva

O meu comentário???
O teu tempo...
O que recordas...
O que amas...
Os teus pensamentos...
Desejos secretos,
 talvez....
Não sei....
Tudo o que torna mais feliz....
Porque é o verso
que tu escreves...
Com toda a tua alma...
Com todo o teu coração....

3 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta
Como muitas vezes, será realmente, o o secretismo a ficar nas entrelinhas, como realças.
Beijos

Álvaro Lins disse...

Há sempre um tempo...sem tempo:)!
Bjo

Paixão Lima disse...

Porque vou visitar o vale do meu rio natal (que belo rio e que belo vale), comento apressado.
Segredo partilhado entre poetas ?! Se assim for, que o milagre da criatividade se realize, a bem da poesia...