segunda-feira, maio 28, 2012

REINO

Trago a noite no meu encalço
E a porta ao labirinto agitado
que é o dia, fecho-a firmemente

Porque esta é a minha página
O meu diário de paixões loucas,
mistérios bizarros e crimes sangrentos

Tudo é sombrio e pesado
Raramente se tropeça num sorriso
Ou a verdade alivia a consciência

Este é o reino que descrevo
Quando abraço a noite
E ignoro o sussurro das estrelas


FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

5 comentários:

CamilaSB disse...

Olá, Marta... para que o céu
fique mais claro
e à noite suceda o dia
trago-lhe um sorriso rasgado
com carinho e simpatia :) Beijinho!

Anita de Castro disse...

Ola Marta sempre presente
nos lirios do campo

Suprema em sentimentos no reino das palavras que escreves

Beijinho

Anita

Sofá Amarelo disse...

Há um Reino que é só nosso , o qual podemos fechar ou abrir consoante quisermos! Há um Reino onde se descrevem as páginas das paixões e dos sussurros das estrelas....

CamilaSB disse...

Olá Marta... hoje, venho desejar-lhe um dia muito feliz!
Que os nossos corações de crianças se mantenham fiéis aos nossos sonhos
Um beijinho com amizade e estima!

Daniel Costa disse...

Marta

Poema belo a fazer parte, talvez do melodrama de que por ezes usas.
Beijos