segunda-feira, agosto 06, 2012

ABRAÇO DESMEDIDO




Sei
que as palavras acabarão por surgir

Mais cedo ou mais tarde

Não importa verdadeiramente quando
Porque as dedicarei a ti
Nesse poema eterno que é o amor

Em que se ignora o ontem,
perdoa-se o hoje,
suspira-se pelo amanhã

Num abraço desmedido...



Desert Rose” by Graça Loureiro

6 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Os abraços serão sempre desmedidos quando se o ontem e se suspira pelo amnãaaa

Álvaro Lins disse...

Num abraço desmedido.. tu escreves a mais bela poesia!
Bjo

Nilson Barcelli disse...

O amanhã há-de chegar e, então, as palavras serão desmedidas, tal como o abraço.
Excelente poema, gostei imenso das tuas palavras.
Beijo, querida amiga.

© Piedade Araújo Sol disse...

e saberás...

beij

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

O coração saberá a hora e o momento,para esse abraço acontecer.


Um beijinho com carinho
Sonhadora

LUZ disse...

Olá Marta,

Há sempre o momento certo, aquele que queremos, desmedido.

Beijos da Luz.