sábado, janeiro 19, 2013

DOCEMENTE




Da Página "Open Art Group"


Intrometes-te nos meus pensamentos e o meu nome, nem sabes...
Não sabes nada sobre mim....Eu sei tudo sobre ti...
O que sinto e o que vejo....

Não procuro as tuas palavras....Só a tua voz....
Não quero saber do que ris....Quero ouvir-te rir....
Mas também quero que saibas isso sobre mim....

E digas o meu nome docemente................



3 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Intrometer nos teus pensamentos para descobrir docemente o teu nome e com ele soletrá-lo letra a letra, sílaba a sílaba, em tons de riso, em palavras de voz...

Daniel Costa disse...

Marta

Docemente, como foi gizado o poema, aflorando suavidade.
Beijos

LUZ disse...

"Amor, com amor se paga", só isso.

PRECISAMOS OUVIR, SIM!

Beijos da Luz.