sexta-feira, fevereiro 08, 2013

PRÍNCIPE DA NEBLINA





Sou um príncipe...
Mesmo que o meu reino seja a neblina e a minha coroa, a luz da meia noite...

Pouco importa o que pensam...
Posso ser prisioneiro do céu, viver rodeado de buracos negros e desaparecer quando menos esperar...

Mas continuo livre....
Porque há dias em que a neblina se dispersa e a luz da madrugada é mais forte...
 
 
Foto de Yaniv Danilov

4 comentários:

Nilson Barcelli disse...

O importante é gostar do que se tem e ter esperança de que há coisas melhores que vão acontecer.
Belíssimo texto.
Beijo, querida amiga Marta.

Sofá Amarelo disse...

Não importa se a neblina é muito ou pouco densa... o que importa é ser-se príncipe... porque não há luzes dispersas ou céus nublados que escondam a coroa...

LUZ disse...

Olá, Marta!

Obrigada pelos comentários.
O hoje, nunca é igual ao ontem, nem ao amanhã.
Sejamos príncipes e princesas livres.

Beijos da Luz.

LUZ disse...

Marta,

Bonita a imagem, sobretudo o reflexo, que se nota nas águas.

Resto de boa semana.
Beijos da Luz.