quarta-feira, março 27, 2013

VERDADE



Tela de Gianni Strino da Página "Open Art Group"


Posso amar as palavras....

A verdade é que é a ti que eu amo.....Escandalosamente....


Posso refugiar-me da chuva, mas nunca do Vento....


Deixo que me seduza, me abrace.....Arrebatadamente.....


E, quando naufrago nas sombras e duvido que volte a encontrar luz...


Mesmo que as palavras sejam pobres e medrosas....sei que é só por um momento....


Porque continuarei a amar as palavras....


Continuarei a amar-te....e terei sempre que escrever....


Escandalosamente...


5 comentários:

LUZ disse...

Olá, Marta!

Que lindo cabeçalho! Gosto de ver os blogues, com cabeçalhos.

Amar, escrever e sentir, sempre, ESCANDALOSAMENTE.

Beijos da Luz.

SANTA PÁSCOA!

Daniel Costa disse...

Amiga Marta

Sempre se ama as palavras, mesmo desconhavadas, se forem sossurradas.
Bejos e desejos de Boa Pascoa.

Sofá Amarelo disse...

Enquanto amares as palavras terás sempre motivos para escrever arrebatadamente, mesmo que te refugiando da chuva, porque o vento, esse, entra por entre as sombras e desenham a palavra Amor em contornos escandalosos...

Nilson Barcelli disse...

O teu blogue est´+a cada vez mais bonito...
Tal como as tuas palavras.
Gostei muito do poema, é magnífico.
Marta, minha querida amiga, tem uma Boa Páscoa.
Beijos doces.

© Piedade Araújo Sol disse...

palavras sensuais que fazem um bom trabalho de poesia.

parabéns Marta

beijo

:)