sexta-feira, julho 26, 2013

POESIA NA VIDA



Serei, esta noite, a tua musa...

A poesia na tua vida...

Visto-me nas tuas fantasias..

Reinvento-me nos teus desejos...

Esquece-me...Lembra-me...

Nessas loucas e eternas palavras em que celebras o amor...



Da Página “Discover Art”

4 comentários:

Sofá Amarelo disse...

O Amor é celebrado em locas e eternas palavras mas também em loucos e eternos gestos onde as fantasias não são mais que o reinventar dos desejos e a poesia o melhor que a memória lembra... celebra...

Daniel Costa disse...

Marta

Como o amor nunca se celebra só, há que expandir sentimentos.
Beijos

Nilson Barcelli disse...

Ser musa deve ser gratificante, principalmente quendo o poeta a ama com paixão.
Belo poema, gostei.
Marta, minha querida amiga, tem um bom domingo e uma boa semana.
Beijos.

Smareis disse...

Oi Marta,

Linda poesia, concordo com o Nilson, ser musa deve ser maravilhoso.
Beijos e ótima noite!