sexta-feira, outubro 18, 2013

VIAGEM



Se o amor
é uma viagem?

Doce, 
suave como a brisa

Violento, 
conflituoso 
como a tempestade
no mar

Não sei...

Invade os meus sentidos

Domina-me...
expressa-se 
nos meus gemidos
de prazer...

Sem que eu tenha voz




DA PÁGINA "POUR LE PLAISIR DES YEUX"

8 comentários:

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Suave e violento é o amor...
mas ainda bem que também fala docemente por nós...

um beijo pela sempre tao bela poesia que aqui leio...

JP disse...

Não sei se o amor é uma viagem, mas sei que nos invade, nos domina e nos deixa sem voz...

Beijinhos

Daniel Costa disse...

Marta

O verdadeiro amor tem de tudo, numa total cumplicidade.
O belo poema o expressa bem.
Beijos

AC disse...

Marta,
O importante, no amor, não é a definição, é o que se sente.

Beijo :)

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

O amor é uma doce inquietação, mas sem ele é muito difícil.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Mar Arável disse...

"É urgente o amor"

Nilson Barcelli disse...

O amor também nos pode deixar sem voz...
Brilhante, é o mínimo que eu posso dizer do teu poema.
Tem um bom fim de semana, querida amiga Marta.
Beijo.

Sofá Amarelo disse...

Doce, suave, violento, conflituoso, tempestade, brisa, vento... o Amor é a maior viagem onde os sentidos são o leme dominante, mesmo que a voz não se expresse...