terça-feira, abril 29, 2014

COR DA ALMA




Hoje,
é da cor da alma que falo
Dessa cor que desliza
pela memória dos tempos...
Pinta-nos os sonhos... Torna-os imortais...
Seduz-nos na brisa do beijo,
sem que haja palavras para o dizer...




DA PÁGINA “DISCOVER ART”

4 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

sem palavras, apenas o poema...

:)

Daniel Costa disse...

Marta

A cor da calma será o brancura de que se reveste a alma.
Beijos

Pérola disse...

Uma cor com todas as cores.

Beijinhos

Sofá Amarelo disse...

Nunca haverão palavras que descrevam a cor da alma tal e qual como ela é... porque, tal como a cor, a alma desliza pela memória dos tempos tornando imortais os beijos soprados na brisa dos ventos...