terça-feira, julho 08, 2014

PROCURAM-SE





DE RICHARD MACNELLI

Procuram-se palavras
Desesperadamente

Sem que saiba
verdadeiramente
o porquê...

De as querer sentir
escritas na pele
Ansiosamente...


7 comentários:

Pérola disse...

Uma procura nem sempre saciada.

Beijinhos

Sofá Amarelo disse...

Ansiedade e desespero por vezes entrecruzam-se nas palavras escritas na pele, 'sem que se saiba verdadeiramente o porquê...'

Agostinho disse...

Cá estou, novamente.
A persistência da procura há de dar fruto que se veja.

© Piedade Araújo Sol disse...

e há sempre palavras a serem encontradas...


:)

DE-PROPOSITO disse...

Porquê as palavras ?!... Há tantas coisas que se dizem no silêncio.
-------
Abraço
Manuel

Graça Pires disse...

Procurar as palavras como quem procura o amor...
Belo, Marta.
Um beijo.

Ailime disse...

Boa noite Marta, tão belo este poema!
Sempre em crescendo a sua peosia!
Adorei!
Um beijinho,
Ailime