quinta-feira, fevereiro 26, 2015

DESILUSÃO




Esta noite,
tropeço no tempo
e acordo as palavras...
Palavras antigas, amadas...
Presentes...
Nesse tempo, nessas memórias
em que agora tropeço...
Porque me desiludi...



GIRL IN A TURBAN “ BY ARTHUR GRADINSKY


6 comentários:

Sofá Amarelo disse...

A desilusão é o primeiro passo para tropeçar no tempo, em especial quando as palavras são antigas e se perdem nas memórias...

vendedor de ilusão disse...

Os tropeços sempre levam à desilusão. Gostei do poema!
Beijos.

Daniel Costa disse...

Marta

A desilusão sempre estará no sentir de uma alma poética.
Beijos

DIOGO_MAR disse...

As ilusões e desilusões a perderem-se pelas ameias do desencanto, fertilizando as estrias da memória!

http://diogo-mar.blogspot.com/

http://rasgarosilencio.blogspot.pt/

Mar Arável disse...

Mesmo a tropeçar

andamos

Bj

Agostinho disse...

Se tropeço peço
raios e trovões