quarta-feira, fevereiro 18, 2015

ÚNICA PALAVRA





Hoje,
fala-se da noite...
Da sua sedução... Dos seus segredos...
Confessam-se amores, 
escondem-se paixões...
Numa única palavra...







DA PÁGINA “DISCOVER ART”

4 comentários:

vendedor de ilusão disse...

Muito bonito..., realmente bonito!

Sofá Amarelo disse...

Uma única palavra basta quando se quer falar das paixões e das noites que escondem seduções, porque os amores confessam-se aos segredos...

Ailime disse...

Boa noite Marta,
Magnífico poema!
E uma palavra basta para definir o amor: amar!
Beijinhos e um bom fim de semana.
Ailime

Nilson Barcelli disse...

As emoções nem precisam de palavras...
Belo poema, como sempre.
Tem um bom fim de semana, querida amiga Marta.
Beijo.