quinta-feira, janeiro 28, 2016

INSINUANTE



Insinuo-me
Liberto-me em ti
Respiro-te nas tuas memórias
Sinto-te nas minhas paixões
E se leio tristeza no teu olhar,
insinuo-me novamente até sorrires...



DE  HESHAM KAMAL

4 comentários:

Jaime Portela disse...

O amor é uma doação.
E, quem o sente, procura sempre a felicidade do ser amado.
Belo poema, gostei imenso.
Marta, bom resto de semana.
Beijo.

Mar Arável disse...

Nos mastros mais altos da vida

Bj

Ailime disse...

Boa noite Marta,
Um poema muito belo e profundo.
O amor a sobrevoar memórias!
Beijinhos e bom fim de semana.
Ailime

Sofá Amarelo disse...

E tudo na vida é fim e recomeço... por isso o que foi tristeza em breve será sorriso, porque quando se respiram as memórias e as insinuações se libertam não falta mais nada até às paixões...