quinta-feira, junho 23, 2016

IMPRUDENTE




Não há nada...
Não há nada a declarar
quando o desejo é imprudente...
E agita o corpo
num vaivém de emoções...



DA PÁGINA "DISCOVER ART"

6 comentários:

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Lindo poema com expressivas palavras. Grande poeta

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Parabéns pela bela frase...

Jaime Portela disse...

E o desejo quase nunca é prudente...
Belas palavras, gostei.
Marta, tem um bom resto de semana.
Beijo.

Daniel Costa disse...

Marta

"Não há nada a declarar", a não se poesia num bonito pensamento sintetizado.

BRASIL: O SORRISO DE DEUS.
“Fundação do Rio de Janeiro”
http://amornaguerra.blogspot.pt/
bjs

© Piedade Araújo Sol disse...

curto e assertivo
acho que o desejo (e a paixão) nunca é prudente
bom final de semana.
beijinhos
:)

Sofá Amarelo disse...

O desejo e as emoções não têm nada que declarar seja o que for... a "imprudência" faz parte do desejo e do vaivém das emoções...