domingo, julho 03, 2016

MEMÓRIAS DO TEMPO




Esta noite,
abraça o silêncio...
Escuta-o
Protege-o
E viaja...
Viaja por entre as memórias do tempo...



"BIRTH OF LOVE" VLADIMIR KUSH

4 comentários:

Graça Pires disse...

Abraçar o silêncio. Viajar na memória do tempo. Dos belíssimos momentos de introspecção...
Um beijo, Marta.

Sofá Amarelo disse...

As memórias chegam-nos especialmente quando há silêncio, porque só o silêncio permite a concentração para que seja possível viajar no tempo...

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Quando vejo alguém quieto logo imagino esse está fazendo alguma viagem... Parabéns

Ailime disse...

Lindíssimo poema, Marta.
É à noite que os sentidos estão mais despertos.
Beijinhos,
Ailime