sexta-feira, fevereiro 03, 2017

PALCO DO ABSURDO




Este é o palco do absurdo…
Do que se diz ser impossível...
Mas o que é o impossível,
se tudo, um dia, se torna viável?



DE GULYAS LAZLO

8 comentários:

Mar Arável disse...

O inatingível é improvável

Sofá Amarelo disse...

Costuma dizer-se que não há impossíveis... que o impossível é só aquilo que ainda não aconteceu, que não se tornou possível... e é uma boa ideia chamar-lhe palco do absurdo, pois muitas vezes o que parece impossível é conotado como absurdo... mas absurdo é não acreditar que o impossível não é mais que uma passagem para o possível...

Graça Pires disse...

Não há impossíveis para as palavras, Poeta...
Uma boa semana, Marta.
Beijos.

Emília Pinto disse...

Impossível? Não sei...mas parece-me que nem sempre somos capazes de fazer o que queremos, de realizar sonhos, de ajudar todos os que precisam, Costumo dizer que a vida manda muito e que somos pequeninos demais para alcançar determinados objectivos, entender certos acontecimentos, resolver questões que a toda a hora nos aparecem, prtanto, amiga, sinceramente, há impossíveis sim. Pelo menos a mim, por muito que tente, chega a sensação de impotência muitas e muitas vezes. Beijinhos e fica bem. Muito bom, como sempre, Marta.
Emilia

lua singular disse...

Oi Marta,
Não existe o inatingível quando se tem perseverança.
Adorei o blog
Bjs
Lua Singular

Daniel Costa disse...

Marta
Não há impossíveis, desde que se lute para fazer acontecer, nem que seja em metáfora poética.
Bjs

© Piedade Araújo Sol disse...

é isso...tudo um dia se cumpre
como as palavras
beijinhos

:)

Ailime disse...

Bom dia Marta,
Nada é impossível na imaginação dos poetas.
Um beijinho,
Ailime