quinta-feira, setembro 14, 2017

AZUL




Sonhei esta noite
Que a Lua era Azul…
Talvez tenha sido por isso,
Que, num gesto de rebeldia,
de desafio,
pintei também
o cabelo de Azul…




DA PÁGINA DISCOVER ART

6 comentários:

Jaime Portela disse...

No Porto tudo é azul... será isso?
Mais a sério, gostei muito do teu poema.
Continuação de boa semana, querida amiga Marta.
Beijo.

Ailime disse...

Boa tarde Marta,
Um poema lindo.
Azul é para mim a cor da paz.
Beijinhos,
Ailime

Franziska disse...

Ha sido un placer colver a leer lo que compartes, poesía e imagen que son, sin duda, muy hermosas las palabras por lo que sugieren y la imagen ampara. Bello.

Saludos muy afectuosos y cordiales. Franziska

Sofá Amarelo disse...

A Lua é Azul quando brilha tenuemente de manhã ou ao fim da tarde... ou é Azul quando e se o quisermos...

Quanto ao cabelo, as ondas do mar também são azuis, porque não as ondas do cabelo também?

Graça Pires disse...

A lua azul. O cabelo azul. As palavras como se fossem mar e céu. Azul.
Belíssimo, Marta.
Uma boa semana.
Um beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

Azul minha cor de eleição.
Só que ainda não tive coragem de pintar o cabelo de azul, mas, até acho que me ficaria bem.
beijos
;)