quarta-feira, novembro 22, 2017

O SILÊNCIO




Não sei
do que fala o silêncio…
O que esconde... O que diz…
Se chora… Se apenas grita…
Só sei que esta noite...
Quem grita sou eu...





DE INGRID TUSEL


6 comentários:

Larissa Santos disse...

Profundo!


Hoje: "" O coração não mente, mas sente""

Bjos
Feliz Quarta-Feira

Jaime Portela disse...

Há silêncios complicados.
Tal como os gritos, que podem ser de dor ou de prazer...
Magnífico poema, parabéns.
Bom resto de semana, querida amiga Marta.
Beijo.

carolina g. ticala disse...

Amazing! ♥️♥️♥️

Gil António disse...

Bom dia

Tantas mas tantas vezes, o silêncio, é um grito abafado pelos contornos da vida. Existe quem acredite que dentro do silêncio é feroz sofrimentos. Nem sempre, mas por vezes, acredito que sim, que exista, essa dor.
.
{ tema: "" Mãe, a mulher, ventre sagrado, que dá à luz, vida "" }
.
Deixando saudações poéticas.
.

Franziska disse...

Ese silencio es como un grito prolongado que llega muy adentro y acaba rebosando y saliendo. Hermoso. Feliz fin de semana.

Sofá Amarelo disse...

Por vezes o silêncio fala e grita mais alto que o ruído da noite... porque por vezes o silêncio é psicológico, esconde-se nos gritos abafados dos choros...