quinta-feira, fevereiro 24, 2005

COMPLICADA

Mário Benedetti (Uruguai) – Bem-Vinda

Ocorre-me que vais chegar distinta
Não exactamente mais linda
Nem mais forte
Nem mais dócil
Nem mais cauta
Somente que vais chegar distinta
Como se esta temporada de não me veres
Te tivesse surpreendido a ti também
Talvez porque sabes como te penso e te enumero

Achei curioso este poema, pois está inserido num livro dedicado só a poemas sobre mulheres.

Mulheres!
Palavra sempre nos lábios de quem nos faz a corte, nos desdenha ou simplesmente brinca connosco!
Seremos assim tão complicadas como eles dizem, não sei se por brincadeira?

Eu não me acho nada complicada - indecisa, talvez, mas nunca complicada!
Temos um papel, por vezes ingrato, mas alguém tem que desempenhar o papel de advogado do diabo!

Sem comentários: