segunda-feira, fevereiro 21, 2005

ESTRELA DO MAR

OS AMIGOS - SOPHIA DE MELLO BREYNER – Livro “A Musa”

Voltar ali onde a verde rebentação da vaga
A espuma o nevoeiro o horizonte a praia
Guardam intacta impetuosa
Juventude antiga –
Mas como sem os amigos
Sem a partilha o abraço a comunhão
Respirar o cheiro a alga da maresia
E colher a estrela do mar em minha mão

Creio que a estela do mar se torna mais preciosa, porque é um tributo a um amigo, que já não está cá!
Quem sabe se não ele não se terá transformado nessa estrela do mar?
Quem sabe se não é ele a espuma do mar, a vaga que "esmaga" a areia e afunda os nossos pés?

Sem comentários: