sexta-feira, abril 29, 2005

MENSAGEM

DEVER DO POETA É CANTAR COM SEU POVO E DAR AO HOMEM O QUE É DO HOMEM:
SONHO E AMOR. LUZ E NOITE, RAZÃO E DESVARIO
PABLO NERUDA - Prólogo de Las Piedras de Chile

O meu dever, Neruda, se é que de dever devemos falar, antes prazer, é ler, apreciar e tentar encontrar a mensagem que escondeste!
Vou cantar contigo, vou sonhar e amar alguém, procurando o sol para me embelezar, entrar na noite para conhecer a razão e o desvario de que falas.
Não para ocultar os pecados, porque querer amar e ser amado não é pecado, nem é uma conquista!
Acontece apenas!

Sem comentários: