terça-feira, julho 04, 2006

RECONSTRUIR

..de todos os momentos guardo este: e ainda um outro
em que os meus passos se ouviam já no asfalto,
mas os olhos permaneciam nesse lugar onde apenas se repetem
as ondas, as algas, os avisos do vento
de Maria do Rosário Pedreira - A Casa e o Cheiro dos Livros

O meu comentário??
A vida e o amor são feitos de momentos; neste caso, de perda!
Talvez porque fomos egoístas e não soubemos apreciar esses momentos.
Agora é como se tivessemos perdido a esperança, a vontade de viver....
Mas guardar memórias, aprender com elas e reconstruir um outro futuro é possível!

4 comentários:

Teresa David disse...

Comentando o comentário diria: do passado, como se fossemos um computador, guardam-se as imagens que nos agradaram e sensibilizaram, as amarguras deve-se tentar "delitar", e particularmente olhar sempre em frente, pois com os olhos abertos para o futuro, algo se vê sempre nem que seja desfocado no fim do horizonte. Em suma, para a frente é que é o caminho.
Um abraço
Teresa David

Carlos disse...

Encontrar-te... foi bom!
Encontrar-te, foi como possuir
Todos os azuis.
Como se tivesse um mar e um céu
Dentro de mim.

Encontrar-te, foi como possuir
Todas as cores, todas as flores.
Todas as luzes.
Foi como se o vento e as velas
Trouxessem a calma, a paz,
Que tanto bem fizeram
A minha alma.

Encontrar-te ...
Sentir a tua pele.
Teus doces beijos.
Hum!!. Foi bom!
Só tu sabes escutar
O meu ser.

Agora sonho, vou ao amor...
E no amor, sonho...
Embalo-me em teus braços,
Nos primeiros raios
De uma nova manhã.

As cores da vida disse...

Saber recordar, saber viver... :)

a magia da noite disse...

das guerras nem sempre sobram vitórias, por vezes o fel da derrota arde-nos na boca.