terça-feira, março 18, 2008

MANHÃS

Manhã
Como um fruto que mostra
Aberto pelo meio
A frescura do centro
Assim é a manhã
Dentro da qual eu entro


Sophia de Mello Breyner Andersen - Livro Sexto***

O meu comentário???
Manhã chuvosa...no Inverno...
Ou com o sol brilhante, trocista quando é Verão...
Prefiro as manhãs da Primavera...
Leves, simples..sedutoras...
Cheirosas...misteriosas....
Respiro fundo e sorrio mais..........
*** Poema já publicado no blog, mas comentário reescrito..........

3 comentários:

Sol da meia noite disse...

Uma manhã, é sempre uma promessa!

Beijinhos

velaaovento disse...

Cada manhã é como uma página em branco no livro dos dias.
Beijinhos

Marta Ribeiro disse...

Olá!
Venho dar a conhecer e convidar-te para conheceres e tornares como algo frequente a tua visita pelo meu blog “Silêncios da Alma”, um espaço onde partilho os textos que escrevo com sentimento…espero que gostes, serás sempre bem-vindo(a).