quinta-feira, abril 03, 2008

OUTRO LADO DO MUNDO

Crepúsculo





Sozinho frente ao mar


busco outro sol no sol que vai ao fundo.





E há uma voz a chamar


do outro lado do mundo.





Manuel Alegre





O meu comentário???

Não há limites...

O que se procura no mundo...

Tão simples como ver o pôr-do-sol...

Imaginar-se algures a explorar o mundo...

O que há de novo, o que nos pode oferecer

e o que nós lhe podemos oferecer....

Se estamos realmente abertos a ouvir as vozes do outro lado do mundo....

6 comentários:

Bichinho disse...

Beijo fantasma...

Marta Ribeiro disse...

Lua cheia
Me lembra você:
Uma luz no meio da escuridão
Não que você reflita a luz de outros
(Você tem sua própria chama:
Aquela de quem ama)
É algo raro hoje em dia:
Alguém em quem confiar
quem respeitar
quem amar

velaaovento disse...

E quando abismos nos separam das vozes que a nós querem chegar???

Beijos

Sol da meia noite disse...

Sabes Marta, são tantas as vozes que nos confundem... É tanto o que se encontra sem que se tenha procurado...

Beijinhos

Cöllyßry disse...

Às vezes as vozes no interior são tantas, que ao ver o mar o pensamente repousa...Ficou lindo este teu cantinho...

Doce beijo

Alexandre disse...

Bom, vibro sempre com aquilo que Manuel Alegre escreveu e acho que ele nunca deveria ter entrado na política como profissional - deveria ter continuado a ser sempre poeta!

Muitos beijinhos!!!