sexta-feira, janeiro 16, 2009

INTERROGAÇÕES

Cedo ou tarde










Devias saber





que é sempre tarde





que se nasce, que é





sempre cedo





que se morre. E devias





saber também





que a nenhuma árvore





é lícito escolher





o ramo onde as aves


fazem ninho e as flores


procriam.










Albano Martins





Escrito a vermelho




O meu comentário???




Interrogações....


Sobre uma verdade....


Inabalável...


Nascemos e morremos....


Sol, lua, chuva torrencial ou miudinha...


Com o cheiro das flores na Primavera....


As cores ricas do Outono...


A tristeza do cinzento do Inverno...


A alegria quente do Verão....


Porém....


Encher as horas e o olhar com essa beleza...


Faz com que nunca seja tarde para nascer...


Mas, sim, é sempre cedo para morrer....


4 comentários:

vagabundo disse...

"cedo ou tarde..."

A Vida está aí.
Não é a que escolheste para Ti???
Mas está aí! E é a tua Vida.
São as tuas dores, e as Tuas alegrias...
Os Teus sorrisos e as Tuas melancolias...
Que importa por quem foi escolhida???

É a Tua Vida e está aí.
Vive!

Luis F disse...

Uma balada acerca da vida que nos convida a viajar e a reflectir em cada passagem...

Gostei muito de ler

Com amizade
Luis

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA MARTA, BELÍSSIMO POEMA E COMENTÁRIO... ADOREI AMIGA... BEIJINHOS DE CARINHO E TERNURA,
FERMNANDINHA

Fernando Santos (Chana) disse...

Olá Marta...belos poemas...Espectacular...
Beijos