domingo, março 01, 2009

SEM SOMBRAS

A tua sombra desejada


Sonhei-me





à tua sombra desejada:





teu fruto é doce à minha boca










Gonçalo Salvado (Livro "Duplo Esplendor)










O meu comentário???


Não me sonhes...



Deseja-me...



Ardentemente,



à luz do Sol....


Reclama a minha boca...



Os lábios primeiro...



Contorna-os com os teus dedos...



Depois...



humedece-os com a tua lingua....



Responde, então ao meu suspiro...



Com o teu desejo....




7 comentários:

Gilbamar disse...

Cativante o texto comentado e mui belo seu comentário. Como sempre, aliás. Essa singularidade do seu blog é um verdadeiro convite à fascinação.

Fraterno abraço do amigo Gilbamar.

Alvaro Gonçalves disse...

Boa tarde Marta,

Maravilhoso o texto, mas mais uma vez adorei a tua conclusão dele, pode parecer graxa, mas não é, é somente e apenas o que realmente penso, e sempre falo o k penso.
Obrigado meu anjo.
Beijooooooooooooos

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDA MARTA, OS TEUS COMENTÁRIOS SÃO MELHORES QUE OS POEMAS, NA MINHA OPINIÃO... ADOREI AMIGA... UM GRANDE ABRAÇO DE CARINHO E TERNURA,
FERNANDINHA

pin gente disse...

sedutora conclusão, marta!

e hoje não estás sensual?!
beijo

O Profeta disse...

Mudei os meus mais profundos desejos
Vi reflectida em ti a ternura
Não há derrota no sonho
Não há revolta, apenas brandura

O julgamento dos teus fracassos
É feito numa lagoa sem azul
Um milhafre lança um pio de raiva
Que atinge o branco das casas do sul


Boa semana


Mágico beijo

AnaMar (pseudónimo) disse...

Mais uma vez preferi o comentário -poema ao poema...
Gostos :-D
Bjs

Graça Pires disse...

Um belo comentário para um belo poema.
Beijos.