terça-feira, maio 12, 2009

QUEM ME FALA DE AMOR

Quem me fala de amor

É um amor-perfeito

Perfeito na profusão das cores

Brilhantes e aveludadas

Contudo, por entre os amarelos e os vermelhos

Destoa o violeta

Morre com o preto

Deslumbra-se com o branco

Com a frescura das manhãs

Até com o cheiro da relva

E com o orvalho

Sabe que o esquecem facilmente

Ou talvez não

Ás vezes, é o tempo que murcha mais depressa


======================


Isto é a minha resposta ao meu desafio..

Quero agradecer à Entremares, à Fernanda Costa, à Isabel e à Graça Pires

por terem colaborado..

Escrevendo este poema

Quem me fala de amor

É um amor perfeito

Seja ele nuvem ou gente,

bela orquídea ou mera semente, (Entremares)

Ainda tinha o condão de sentir dor
Vislumbrava uma luz no infinito (Fernanda)

De mãos dadas seguiremos

e sempre nos amaremos! (Isabel)

No coração da noite te procuro

presença sem rosto e sem voz. (Graça Pires)

O desafio continua aberto (ver post anterior);

por isso, estejam à vontade para responder..

1 comentário:

Carmem L Vilanova disse...

Marta querida!
Estive ausente por alguns meses, mas agora estou de volta para ficar, com um blog renovado e cheio de novidades.
Espero poder seguir contando com sua amizade de sempre!
Beijos, flores e meus eternos sorrisos!