terça-feira, setembro 15, 2009

ANTES DE ADORMECER

Guio-me
Por teus olhos abertos
Sobre a trêmula e ardente
Superfície das lágrimas.
De tantas coisas

É feito o Mundo!
Entre escombros, espigas, dias e noites
Procuram os homens ansiosamente

O ramo de louro.
Quando, fatigados,
Próximos estão do limiar, do pórtico,
Os homens deixam, à entrada,
Suas mais queridas coisas.
E ei-los que apenas se incomodam,
E se interrogam,
Sobre o modo mais simples
De se despir e adormecer.


de Raúl de Carvalho





O meu comentário???




Sinto-te a adormecer contra mim..


Como se eu tivesse a resposta


e pudesse derrotar o Mundo.


Obriga-me a deixar-te....


Os meus sonhos e a esconder o medo.


Sim,


vou lembrar-me do teu olhar,


do teu sorriso..


Sim,


vou deixar que me guie...


A última viagem antes de adormecer...


Pelo teu amor...


7 comentários:

entremares disse...

Quando os olhos teimarem em não adormecer...
Quando os ouvidos teimarem em não deixar de ouvir...
Quando a boca teimar em secar...

Para quê procurar outras razões?
A verdadeira razão é a mais simples de todas...

. Paulo . Intemporal . disse...

. assertivo e ampla.mente sublime .

. nesta ânsia da chegada à partida que se adiou por um momento .

. porque em nós a carne é músculo de coração apenas .

. um beijo, Marta . sempre .

AnaMar (pseudónimo) disse...

Um amor que nunca morre, mas que faz com que a saudade nos rebente o peito.
Um beijo

Luis F disse...

Excelente momento... deixei-me guiar pelas palavras e senti o seu perfume na minha alma...

Parabéns

Apesar da distancia, deixo-te um convite:

O autor Luis Ferreira, e a editora Temas Originais têm o prazer de o/a convidar a estar presente na sessão de lançamento do livro “Sentir as palavras”, a ter lugar na sala Green Room do Freeport - Alcochete, no próximo dia 26 de Setembro, pelas 17:00.

O autor e a obra serão apresentados pela Dr.ª Carmo Miranda Machado
O lançamento terá a presença do Trio Opus Musique e da SamariTuna - Tuna Feminina da Universidade Lusófona.

MCampos disse...

Desta vez, e apesar do magnífico poema que escolheu, prefiro o seu comentário. Belo, sem dúvida.

"Como se eu tivesse a resposta
e pudesse derrotar o Mundo."

Boa semana e um abraço.

Secreta disse...

Belissimo este poema , assim como a tua reflexão.

Jacarée disse...

Exelente poema

Vai tudo fuluido...
a um ritmo natural.

Bons sonhos.