sábado, outubro 31, 2009

NADA

FIM
O fim.
Tudo tem fim, nada é eterno.
O início, tal como o fim.
O nada.
Onde tudo começa.
Onde tudo acaba.
No fim não se pensa.
Fecha-se s olhos e acontece.
Mesmo sem querermos.
Ele vem, rápido e frio.
Depois começa-se tudo de novo.
Do nada, para acabar tudo onde se começou.
Sem nada!
João Costa Ferreira (Livro "II Antologia de Poetas Lusófonos")
O meu comentário???
Simples de escrever...
Nada é simples de escrever...
Porque a palavra pinta-se, disfarça-se...
Encanta-nos de maneiras diferentes....
Posso pensar que a estou a dominar...
e no final, ter escrito o que ela quis que eu escrevesse..
Não estou a escrever sobre o nada,
sobre o fim...
Escrevo sempre sobre o começo,
o recomeço...
Nas diversas vertentes da palavra...

5 comentários:

HSLO disse...

Nada tem fim...pois sempre esta começando.

te desejo um ótimo final de semana de paz.



abraços


Hugo

BC disse...

Tudo tem um começo, mas não quer dizer obrigatoriamenteque exista um fim em determinadas coisas é claro, tudo pode continuar em especial tudo aquilo que nos faz felizes.
Bom fim de semana e um beijo Marta
Isabel

Graça Pires disse...

O começo. O recomeço. É o tempo a inquietar-nos os dias.
Um beijo.

Silvana Nunes .'. disse...

Navegando sem ruma com a intenção de divulgar o meu blog, cheguei até você e gostei do que vi, tanto que pretendo voltar mais vezes. No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da tela do computador está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar cuidado. Em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em http://www.silnunesprof.blogspot.com
Se gostar, siga-me.
Por hoje fico por aqui, Espero nos tornarmos bons amigos.
Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre.
Saudações Florestais !

Secreta disse...

De todos os fins podem existir um recomeço... Gosto de acreditar nisso.