quinta-feira, janeiro 21, 2010

FALAR AGORA

Contam que em pequenino costumava,
Ao ver-me num cristal reproduzido,
Beijar a própria boca, em que julgava
Ver a boca de alguém desconhecido.
Cresci. Amei-a. E tão alheio andava,
No sonho por seus olhos promovido,
Que em vez de cartas que ela me enviava
Eu lia o que trazia no sentido...
Rodou o tempo. Estou doente e velho...
Agora se me acerco dum espelho...
Oh meus cabelos, noto que alvejais...
E as cartas dela, se as releio agora,
Só vejo por aquelas linhas fora,
Palavras e palavras...Nada mais!
Poema de Augusto Gil
O meu comentário???
Com os quais já não sonho...
Não lhes descubro o sentido...
Já nem sei se amei
ou mesmo o que é o amor...
E, o espelho é impiedoso...
Ou terei sido eu
quem se esqueceu de olhar?
E decifrar no reflexo
as verdadeiras palavras....
O prazer do beijo,
da paixão, do amor...
Não falam comigo agora???

5 comentários:

Hellen Paty disse...

Encantada com seu blog, passarei mais vezes por aqui.

abraços!!

Jaime Piedade Valente disse...

Jurou-me eterno amor. A noite ia cahindo
E, entre outras phantasias,
Eu disse-lhe sorrindo:

Se Deus surgisse agora, aqui, perante nós
O que é que lhe dizias?

- Que nos deixasse sós...

AUGUSTO GIL

Sandokan disse...

Às vezes é preciso abanar a árvore da existência para caírem as folhas velhas. Talvez seja por isso que eu não quero saber quem pintou o céu de azul, mas eu quero é o resto da tinta, porque nós podemos matar o tempo, mas é sempre ele que nos enterra.
Gostei muito de vir aqui visitar o teu belo espaço. No carácter, na conduta, no estilo, em todas as coisas, a simplicidade é a suprema virtude. O destino une e separa pessoas. Mas nenhuma força é tão grande para fazer esquecer pessoas, que por algum motivo um dia nos fizeram feliz!
Nunca desistas dos teus sonhos… e nunca os deixes para trás. Encontra-os, torna-os próprios e durante toda a tua vida tem muito carinho por eles e nunca os deixes partir. Necessitas de muita dedicação para realizares os teus sonhos, porque eles não se realizam por magia dado que a magia é pura ilusão – o alimento dos perdedores - que nunca te vai tirar do lugar onde te encontras.
BOA SEMANA!

Secreta disse...

Duvidar do amor, talvez seja sinonimo de que ele não existiu...
Beijito.

BC disse...

Não desanimes com esses prazeres, porque em qualquer lugar os irás encontrar um dia Martita.
ACREDITA!!!

A vida por vezes é bem complicada
Beijos de amizade