sábado, janeiro 09, 2010

A VIDA

Recomeça...
Se puderes
Sem angústia
Sem pressa.
E os passos que deres
Nesse caminho duro
Do futuro
Dá-os em liberdade.
Enquanto não alcances
Não descanses.
De nenhum fruto queiras só metade.
E, nunca saciado
Vai colhendo ilusões sucessivas no pomar.
Sempre a sonhar e vendo
O logro da aventura.
És homem, não te esqueças!
Só é tua a loucura
Onde, com lucidez, te reconheças...
De Miguel Torga
O meu comentário???
A maior aventura??
A maior ilusão???
Viver...
Gritar bem alto que se está vivo...
Não ter medo
dessa loucura saudável...
A vida
que se reconhece,
se abre em nós...
No reflexo do espelho,
sem nos intimidar
pela pressa dos outros...
Nós vamos saborear
muito mais que o fruto...
Nós vamos viver no pomar
desse sonho
maior que o Mundo...
A vida, enfim...

4 comentários:

Vieira Calado disse...

Pois...

O homem é um ser bem difícil de contentar (-se).

Cumprimentos meus.

. intemporal . disse...

.

. a vida enquanto celebração volátil de um momento litúrgico .

. "amei.de.amar" .

. um bom Domingo, .m.a.r.t.a. .

. sempre,,, .



. paulo .

.

Graça Pires disse...

Um poema de Miguel Torga que é um lema de vida.
Não ter medo da lucura saudável, dizes bem.
Um beijo.

AnaMar (pseudónimo) disse...

Lindo. Que louca sou, então.
E feliz, enquanto sentir assim.
obrigada sempre pela tua presença.
Abreijos.