sábado, junho 19, 2010

ENRIQUECER O DIA

Aprendamos, amor, com estes montes
Que, tão longe do mar, sabem o jeito
De banhar no azul os horizontes.
Façamos o que é certo e de direito:
Dos desejos ocultos outras fontes.
E desçamos ao mar do nosso leito
"Aprendamos, amor" de José Saramago
O meu comentário???
A ver a simplicidade das coisas...
Sem as tornar banais...
Nossas sem o sentido de posse...
Mergulhar os pés no mar
e deixar que o pôr-do-sol nos toque...
Porque
sinto como o azul
pode descer
pelas montanhas...
Posso não ter a certeza
de que me amas....
Mas sei como a beleza dessas coisas
tão simples
me enriquecem o dia....

3 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta

De facto à simplicidade que jósé Saramago pôs no poema, foi notada e inaltecida por como devia.

Beijos
Daniel

Graça Pires disse...

Sempre lúcido foi Saramago. "A ver a simplicidade das coisas...
Sem as tornar banais..." como tu dizes...
Um beijo.

Machado de Carlos disse...

Alguns dizem: Nem tudo o que se vê é real. Fernando Pessoa deve ter tido os seus motivos para declaras, em poemas esta realidade. Somo metamorfoses, isto é, mudamos constantemente a cada dia que passa, depende muito das circunstâncias.
Agradeço-lhe, profundamente, pelos seus comentários em meu blog. São palavras de uma gentileza fora do comum.
Obrigado, querida!
Um Grande Beijo e um grande abraço!