segunda-feira, setembro 06, 2010

CHEIRO DAS FLORES

Espreguiçados, os ramos
da palmeira filtram
a luz que sobra
do dia. É já noite
nas folhas. O branco
das paredes recolhe
o sangue e o vinho
de buganvilias
e hibiscos. Bebe-os
de um trago: saberás
que, mais do que cegueira a noite
é uma embriaguez perfeita

"Entardecer na Praia da Luz" de Albano Martins in "Castália e Outros Poemas"

O meu comentário???
Porque a noite é perfumada...
Os nossos sentidos estão à flor da pele...
Ama-se, espreguiça-se no tempo
que a noite nos concede...
Na suavidade da brisa,
que intensifica o cheiro das flores,
da terra que se espalha em nós....
Podemos beber vinho,
lentamente....
Podemos beijar-nos
docemente...
Podemos sentir-nos perfeitos
nesse amor em que nos soltamos...
Nessa noite rica de mistérios....
A sós com os perfumes dourados e fortes....

4 comentários:

Sofá Amarelo disse...

Jogo de cores nocturnas com travo de perfume dourado... palavras que deslizam quase ao sabor do cheiro das flores..

AFRICA EM POESIA disse...

MARTA



Recebi e tomei nota...

5º feira vou para o Porto tenho a manhã toda no Hospital militar na Boavista se der para um café avise.
beijinhos

Camila Mancio. disse...

amei.

Fernando Santos (Chana) disse...

Espectacular....
Beijos