sábado, julho 30, 2011

DESEJO



Todas as rosas são a mesma rosa,


amor! a única rosa;


e tudo está contido nela,


breve imagem do mundo.


amor! a única rosa





II





A rosa:


tua nudez feita graça.


A fonte.


tua nudez feita água.


A estrela.


tua nudez feita alma





2 Poemas de Juan Ramón Jiménez



O meu comentário???
E onde está a minha alma???
O meu desejo escrito na estrela
que é o teu olhar em mim...
O meu sorriso na verdade da tua pele,
na conquista do teu desejo...
E, as minhas mãos????
As minhas mãos enlouquecem.....
Falam, gritam e sonham...
Na nudez dos corpos a amarem-se.....





5 comentários:

JPD disse...

Nota técnica: 7/10
Nota artística: 8/10

Bjs

Daniel Costa disse...

Marta

Simplesmente, o amor é uma só rosa. Talvez, haja haja no teu poema comentário mais exuberância. Bom momento de poesia.
Beijos

Paixão Lima disse...

«E onde está a minha alma?». Pergunta angustiante da poeta...Segundo Pessoa, temos várias almas...
As mãos são como diz....
Materializam o nosso sentir, dão forma aos nossos desejos, acariciam e aconchegam a quem amamos.
Demais, tactear é, também, forma de ver.
Tenho de aplaudir os dois desejos, de querer e não ter, formulados de maneira tão terna e comovente.

Sofá Amarelo disse...

A Rosa é o símbolo supremo e só assim se compreende que a Rosa seja a razão de tudo, da Alma, da água e da nudez...

Andressa disse...

lindo!