quarta-feira, julho 27, 2011

SONHO DE VERÃO

O Verão
Estás no verão,
num fio de repousada água, nos espelhos perdidos sobre
a duna.
Estás em mim,
nas obscuras algas do meu nome e à beira do nome
pensas:
teria sido fogo, teria sido ouro e todavia é pó,
sepultada rosa do desejo, um homem entre as mágoas.
És o esplendor do dia,
os metais incandescentes de cada dia.
Deitas-te no azul onde te contemplo e deitada reconheces
o ardor das maçãs,
as claras noções do pecado.
Ouve a canção dos jovens amantes nas altas colinas dos
meus anos.
Quando me deixas, o sol encerra as suas pérolas, os
rituais que previ.
Uma colmeia explode no sonho, as palmeiras estão em
ti e inclinam-se.
Bebo, na clausura das tuas fontes, uma sede antiquíssima.
Doce e cruel é setembro.
Dolorosamente cego, fechado sobre a tua boca.

José Agostinho Baptista, in “Paixão e Cinzas"

O meu comentário???
E, depois fico sem saber
 o que dizer mais...
Se foi apenas um sonho fugaz
como o Verão...
Despreocupado,
alegre,
vivo...
 Porque se empurra
para bem longe do coração
a ideia de que amanhã...
O azul transforma-se
no cinzento
da chuva de Outono....

6 comentários:

Evanir disse...

Muitas vezes não temos muito a oferecer,
ou repartir,mas enquanto existir palavras
que tragam de volta a esperança perdida nas longas
dificuldades da vida,
elas valerão mais do que do qualquer dinheiro ou bem material,
porque renovam a vontade de lutar
até encontrar soluções para nossos problemas.
Algumas palavras, nos momentos certos trazem de volta,
a vontade de viver e tem o poder de transformar
quem está quase desistindo.
Um beijo no coração para sempre sua amiga,Evanir.

Álvaro Lins disse...

Porquê sofrer por antecipação:)?!
Excelente como sempre.
Bjo

Machado de Carlos disse...

Belo poema! Profundo.
O verão traz alegria, assim como a primavera!
Assim seguimos a nossa vivência!...
Beijos!...

Sofá Amarelo disse...

O Verão é azul, é mar, é Sol, é dia, é areia fina, é sonho, é pecado... mas ilibado... o Verão é que colina que se sobe para depois se descer...

。♥ Smareis ♥。 disse...

Esse poema é muito bonito.No verão os sonhos são mais coloridos. Um beijo e ótimo fim de semana. Smareis

Je Vois la Vie en Vert disse...

Os sonhos desaparecem com o acordar...
Para mim doce e generoso é setembro, porque faço anos nesse mês !


Bisous de
Verdinha