sábado, julho 14, 2012

QUEM FUI




Ás vezes, 
penso no porquê de me chamarem “Príncipe Esfarrapado”.
Mas, depois esqueço-me...
A verdade é que não sei onde estou, 
que dia é, 
que horas são.
Levanto-me  porque alguém insiste.
Como, porque me põem o prato à frente.
Durmo, porque me dizem que é hora de dormir.
Tenho que confiar no que me dizem, 
porque realmente não sei de nada.
Não quero ver televisão, não quero ler e até sair de casa já me custa.
Fico completamente baralhado com o barulho - as pessoas a falarem, o  trânsito...
Quem fui eu?
Em quem me tornei?

Em memória do meu Pai, o meu "Príncipe Esfarrapado"

Foto de autor desconhecido

5 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

comovente!
uma boa semana.
um beij

Daniel Costa disse...

Marta

Um jeito bem delineado de preitear um sentimento, uma boa memória.
Beijos

CamilaSB disse...

Com certeza que foi e será um "Príncipe" muito importante, no coração de quem o ama e estima, apesar dos pesares...
Um beijinho com carinho e amizade!

tecas disse...

Ternurento e comovente, querida amiga Marta. Uma bela homenagem de amor e saudade.
Beijinho e uma flor.

oteudoceolhar disse...

Marta,

constantemente, coloco essa mesma questão a mim mesma. Tenho tido um ano, em que essa tem sido uma questão pertinente.
Acima de tudo descobri que a essência de todas as essências é apenas sermos NÓS...Pertinente será "Quem sou eu?".
É um caminho longo, o da descoberta, o da procura, o do encontro com nós mesmos...mas é possível. Dias há em que apenas me pergunto "Quem ainda irei ser" ... Vais encontrar-te em cada passo, em cada sorriso, em cada palavra, de forma mais simples porém, se apenas fopres TU*

Beijo n´oteudoceolhar *