sexta-feira, agosto 03, 2012

QUEM DIRIA? (UMA HISTÓRIA)




 
Quem diria?
Que eu estaria presa aqui
Hoje
Ontem,
ninguém me derrotava
Hoje,
o Sol é o mais cruel inimigo
Talvez fosse ambiciosa demais
Olhava os outros com puro desprezo
Não sei
Sei que aqui ninguém me olha com desprezo
Apenas com curiosidade e resignação
Foto de António Manuel da Silva
SUGESTÃO:
Podem só comentar e/ou continuar a história...
O meu desafio de Verão


5 comentários:

Álvaro Lins disse...

É belo:)!
E tenho a certeza que ninguém te olha com desprezo:)!
Bjo Grande

Sofá Amarelo disse...

... porque a curiosidade faz parte do espírito humano e se ela não move montanhas pelo menos desperta os olhares na procura de uma ambição sádia... onde o desprezo não existe!

LUZ disse...

Bom dia Marta,

Como está?
Li a "Sua história" e como sempre há bastante beleza e um certo secretismo no que escreve.
Situações vividas, ou que está a viver, refletem-se na escrita, na sua, na de todos nós.
O mundo não tem o direito de condenar, desamparar ou criticar ninguém, desde que não colidamos e prejudiquemos a sociedade.

Tenha um feliz fim de semana.

Beijos da Luz.

Nilson Barcelli disse...

Ninguém é invencível...
Mas as tuas palavras são muito bonitas.
Marta, querida amiga, tem um bom fim de semana.
Beijo.

Daniel Costa disse...

Marta

Curosidade, é o que mais fazemos atrair. Por vezes invejoza.
Beijos