terça-feira, outubro 29, 2013

EU E O MUNDO


FOTO DE AUTOR DESCONHECIDO

Não sei quem procura quem

Se eu o Mundo,
se o Mundo a mim

Não sou ilustre ou brilhante

O Mundo diz-mo
Agressivo
Arrogante

Tortura-me
Esbofeteia-me

Eu?
 
Insisto

Procuro
 
A luz
 
A magia
do momento
 
Lamento
que o Mundo nem sempre a veja….

4 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta

O mundo é seja agreste. Somos nós, as pessoas de boa vontade. sempre, a tentar burila-lo.

Por imperativo, tenho andado sumido. Procurarei, voltar de novo a comentar mais.

Beijos

Sofá Amarelo disse...

Não importa procurar, importa encontrar, e haverá sempre uma luz para além da tortura e da arrogância que preserva o magia dos momentos...

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

E " se o sorriso vier da alma " com certeza vais encontrar a luz e o mundo também encontraria se vivesse com simplicidade, deixando para trás a arrogância, a agressividade, enfim...se sorrisse mais...se abrisse o coração à luz. Belos estes poemas na sua simplicidade, simplicidade que deveria ser a nossa...a do mundo inteiro. Beijinhos e fica bem!
Emília

Paixão Lima disse...

Que é o mundo?
Universo, o que és tu?
Tudo é pêndulo neste mundo; os homens, a dita e a desdita, a virtude, o vício; sobe-se, desce-se, e não é possível parar no meio.
Uma opinião como outra qualquer:
Para nós, o mundo somos nós.