domingo, março 23, 2014

ESQUECER




Esta noite,
quero esquecer
A arrogância do Vento
A prepotência da Chuva
O cansaço da minha Voz

Quero esquecer tudo…

Como se fosse simples, 
fácil riscar e voltar a escrever
a memória de hoje….



Da Página “Open Art”

6 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta, será fácil riscar. Porém riscar e voltar a escrever, é sempre difícil.

Beijos

Sonhadora (RosaMaria) disse...

Minha querida

Como seria bom poder apagar os momentos menos bons da vida.
Um poema belo como sempre.

Um beijinho com carinho
Sonhadora

Sofá Amarelo disse...

A chuva voltou, mas não há-de resistir à arrogância do Vento e muito menos ao cansaço da Voz.... porque são as memórias que fazem os dias e nem sempre é fácil escrever quando se quer... esquecer!

Mar Arável disse...

Boa memória

© Piedade Araújo Sol disse...

não é fácil, mas não é impossível.

beijos

:)

Pérola disse...

Quem dera poder riscar, esquecer...

Palavras de que me aproprio.

Beijo