quarta-feira, abril 02, 2014

FUGA




Esta noite, sou o Vento...
 
Tropeço nas tuas palavras,
disfarço-me no teu cheiro
Sussurro-te promessas de amor,
declaro-te a minha louca paixão...
 
Provoco-te...
 
Mas tu apenas ris e foges...



Da Página “Discover Art”

6 comentários:

Pérola disse...

És uma tentação onde ele gosta de jogar.

Beijinhos

Daniel Costa disse...

Marta

O tipo de provocação, era mais para criar atração, mas deu fuga, talvez por impreparação.
Beijos

Sofá Amarelo disse...

Rir e 'fugir', tropeçando nas palavras é como sussurrar promessas de amor nas noites em que o Vento traz disfarçados na noite aromas de loucas paixões!

Ailime disse...

Boa noite Marta, o seu Blogue está lindo!
A sua poesia belíssima e poesia de que gosto, muito! Para quando um livro seu? Beijinhos, Ailime

Daniel C.da Silva (Lobinho) disse...

Há dias assim... ;)

beijinho amigo

Mar Arável disse...

No ciclo das marés

Bj