quarta-feira, junho 04, 2014

NOITES DE PAIXÃO



O que posso dizer sobre a Poesia?
Essas palavras que voam
por entre os labirintos da alma
e se tornam imortais...
Fazem parte da tua pele,
improvisam-se em momentos,
descem em espirais e seduzem...
Esta é a Poesia,
a que escrevo em noites de paixão....



TELA DE GARMASH

7 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta

Vamos ver se estou certo: a poesia existe na alma, ainda antes de se escrever. A escrita é apenas a forma de lhe dar forma.
Como sabes, sempre gostei da forma, desta tua, abstrata trilogia.
Beijos

DE-PROPOSITO disse...

a que escrevo em noites de paixão....
-----------
A paixão existe em todos nós. E é ela que nos dá força para superarmos muitas coisas.
--------
Tudo de bom por aí.
Manuel

sub helena disse...

Poesia viva em nossa alma, nossa razão de ser... Lindo poema! Seu blog repleto de emoção, uma grata descoberta.

Agostinho disse...

Poesia que e a descoberta do carinho escrito pelos dedos. Que nao sendo uma abstracao pode funcionar em ordem inversa. Mas tem de se sentir para haver poesia. Profundamente humana, Marta.

Graça Pires disse...

A Poesia: não é preciso defini-la, mas amá-la e usá-la para falar do amor e de tudo o mais que nos toca...
Um beijo.

Sofá Amarelo disse...

A verdadeira Poesia tem que ser escrita em noites de paixão porque só nestas noites as palavras voam entre os labirintos da alma, e, através da pele, tornam-se sedutoras e imortais...

Inês disse...

:)