quarta-feira, julho 22, 2015

DIA DE VERÃO




Diz-se...
Mas o que é que se diz num dia de Verão?
Que é um dia cheio de promessas...
De pele nua e molhada,
de riso alto e solto...
De quem não pensa mais
do que naquele momento...
E o vive,
fugindo da sombra...




FOTO DE JOSÉ ALEX GANDUM

5 comentários:

Daniel Costa disse...

Marta, um dia de Verão é, acima de tudo, é dia de criação em potência e esplendorosa.
Beijos

Sofá Amarelo disse...

E os dias de Verão continuam... quentes, insinuantes, cheios de promessas onde as peles nuas e molhadas transmitem risos altos e soltos... momentos em que as sombras têm luz...

Jaime Portela disse...

O importante é fugir das sombras... e ter o verão dentro de nós.
Gostei do seu poema, é magnífico.
Marta, desejo-lhe um bom fim de semana.
Beijinhos.

© Piedade Araújo Sol disse...

é preciso mandar embora as sombras e deixar a luz entrar em nós e em nossa vida...

beijos
:)

Emília Pinto disse...

Como eu gosto destes dias de verão, quentes e ensolarados, Marta! tentemos aproveitá-los ao máximo, esquecendo as mágoas, as deturpações e o tal do " cinismo. O sol é sempre para todos e ele só se esconde quando chega a hora da sua amiga lua nos dar o " ar da sua graça ". Lindo e simples, como sempre. Beijinhos e um bom fim de semana
Emília