quinta-feira, julho 16, 2015

HISTÓRIA SIMPLES



Esta é uma história simples...
A história de uma menina feliz e de um repuxo de água...
Num longínquo dia de Verão...
Mais do que a memória quer dizer...
Porque agora tudo mudou... Nada é tão perfeito...
A menina envelhece e o repuxo?
Ninguém sabe no que se tornou...



TELA DE MARIA BOOTHIYAHORAVA

9 comentários:

Ailime disse...

Muito belo, Marta, o seu poema!
Tudo muda e o repuxo quem sabe se não secou?
Um beijinho,
Ailime

Jaime Portela disse...

Uma história simples, mas contada com belas palavras.
Gostei muito, como sempre.
Marta, tem um bom fim de semana.
Beijinhos.

Emília Pinto disse...

Mas as histórias simples são sempre as mais belas e as que ficam para sempre guardadas no nosso eu mais profundo. A menina cresceu e o repuxo talvez ainda lá esteja. Tudo mudou, a menina e o repuxo e "nada é tão perfeito", nem agora, nem ontem e não o será também amanhã. Perfeição só existe no coração de " uma menina feliz "
Belo e simples, como sempre Marta! Obrigada por me teres feito lembrar de uma outra menina feliz, também num " longinquo dia de verão " mas onde não houve repuxo; houve sim outras coisas simples e muito bonitas. Beijinhos, amiga!
Emília

Sofá Amarelo disse...

São as coisas simples e pequenas que tornam felizes as memórias nos longínquos dias de Verão...

Graça Pires disse...

As lembranças que o coração guarda... Gostei muito, Marta.
Um beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

as memórias que guardamos....

belíssimo!

bom fim de semana.

beijos


:)

Nuno Filipe disse...

Poema lindíssimo e uma tela maravilhosa. Gostei de verdade
.
Deixo Cumprimentos

Carmem Grinheiro disse...

Olá, Marta.
Recordações que vivem no coração de uma menina que envelheceu.

bj amg

Agostinho disse...

Há recordações que se tornam reais, precisam apenas de um sopro...