quinta-feira, agosto 06, 2015

LOUCOS SONETOS




Esta noite,
volto a fechar a porta
à impaciência do Mundo...
Porque hoje quero ser o teu Mundo
e escrever loucos sonetos de Amor...


Silence Effects” Yuliana Mendoza

6 comentários:

Graça Pires disse...

Isso é paixão, Marta. O coração aberto a uma festa íntima...
Um beijo.

© Piedade Araújo Sol disse...

e que seja um bom soneto de paixão e entrega...

bom fim de semana.

beijo

:)

Mar Arável disse...

Por gestos se escreve poesia

Sofá Amarelo disse...

Durante a noite tudo é possível, porque é de noite que tudo acontece... e então, de noite tudo é permitido, seja escrever sonetos de Amor ou fechar a porta à impaciência do Mundo...

Ailime disse...

Boa noite Marta, tão belo!
E a noite é convidativa a que os sentimentos se libertem.
Beijinhos,
Ailime

Agostinho disse...

Um soneto escreve-se
com intensidade crescente
e culmina num único verso.
Como um tremor o último
tudo estremece
Como uma força telurica
que do fundo emerge
à superfície da terra